fbpx

A cratera abismal

Na cratera abismal se esconde o santo graal. Estas eram as palavras de um louco, mas a aventureira não sabia que ele era louco e todos os dias ouvia: na cratera abismal se esconde o santo graal!
Certo dia perguntou ao velho louco onde era a cratera abismal, e ele disse: – das duas que vês lá ao longe é na direita que se esconde o segredo mas todos têm medo, longo percurso tens que percorrer e nem todos conseguem tanto descer.
Estas palavras andaram no pensamento da arqueóloga aventureira durante largas semanas e certo dia ela ganha coragem prepara a mochila e diz: é hoje que vou descobrir o segredo.

Então rumo à cratera direita da montanha abismal a aventureira traça rumo.
Chegada à cratera ela percebeu que havia um caminho para descer, tal como o velho disse, então ela não perdeu tempo e foi destemida caminho abaixo, não se importou com a placa. Depois de algumas horas sempre a descer o calor era intenso, mas ela não queria saber não podia desistir. Quanto mais descia, mais calor fazia.
Mas a jovem arqueóloga não sabia que o calor intenso provoca alucinações assim sem ela conseguir perceber que não era real ela começa a ver mensagens escritas na parede. Eram mensagens mágicas com movimento e parecia que lhe liam o pensamento ela pensava e era respondida, a resposta aparecia em tom dourado.
A dada altura ela começa a desconfiar pois ela perguntava se estava perto e era respondida que sim que era só mais um pouco e sempre mais um pouco e parecia não terminar. Cansada encontra uma pequena gruta no caminho e ao pensar em descansar é escrito na parede que a gruta é ideal para descanso. Ela entra e começa a sentir um pouco mais fresco então sem dar por isso adormece.
Ela nem se apercebe que está num sonho e vê muita luz, um homem aparece e este diz-lhe que ela já encontrou o segredo mas arriscou a morte pois nas alucinações a maioria cai no abismo e agora o mais difícil é voltar e não há nada a fazer só ela sozinha se conseguirá salvar se ao pico conseguir voltar.
Passam algumas horas e a aventureira acorda.
Sentia-se mal, percebeu que o homem do sonho tinha razão e que tinha de se salvar. Mas antes como se sentiu traída pelas palavras do velho louco pensou em vingar-se dele e então viu escrito:
a vingança é uma pedra que volta a quem a atira logo a melhor vingança é o desprezo.

E então pensa é mentira!

E logo a seguir vê escrito:

A mentira não te faz acordar com a verdade vai despertar.

E então a caverna abismal torna-se luminosa e ao olhar à sua volta apercebe-se que a gruta está cheia de gravuras! As gravuras contam várias histórias então ela percebe que a gruta está cheia de lições. As suas lições de vida, toda a sua verdade numa gruta em gravuras!

E viu escrito:
Aquilo que pensas é o que atrais.

E lembrou-se de algo que tinha lido sobre a lei da atração.
E de repente lembra-se que não pode ficar mais tempo na gruta e lembrando-se do sonho, pensa em chegar ao pico. Fica com medo de não conseguir.
E vê escrito: ao topo não chegarás, ao todo o segredo não mostrarás, morre.
E é então que uma força lhe emana e lhe dá a vontade de subir e a pensar: – morrer nem pensar, ao pico vou chegar.
E depois de longas horas de subida e já quase sem forças cai no chão, estava quase a chegar ao topo e já não tinha forças para continuar já quase não sentia o calor da cratera abismal, sentia a luz do sol a bater na cara. Estava já mesmo quase e então tenta gatinhar, mas está a sentir dificuldade e quando pensa que vai morrer grita: NÃO! Mas não tem forças para continuar. Com o grito uma criança diz aos pais que ouviu alguém lá para baixo gritar. De início os pais não ligaram pois ninguém arriscava descer a montanha abismal, mas a criança insistiu que ouviu alguém e que se calhar precisava de ajuda. Foi então que um último grito a pedir ajuda fez o pai da criança olhar melhor e ver uma mulher deitada no chão alguns anéis abaixo de onde estavam. A criança pega no seu cantil infantil e diz ao pai para lhe ir dar água. E assim depois de beber água ganhou um pouco mais de energia para subir o pouco que restava e com ajuda de uma inesperada família consegue descer. Abençoada família que veio passear ao pico da cratera! Era uma imagem linda no pico e era normal as pessoas visitarem, normal não era descerem pois estava o aviso de perigo de morte logo no início da descida.
Mais tarde uns dias a aventureira vai ter com o velho e diz-lhe que já conhece o segredo.
Então o velho diz-lhe: descobriste o santo graal, então ama o mundo que nada tem de mal.
A arqueóloga aventureira responde: amo sim velho sábio. E sorriu.
O velho louco sorriu de volta e diz a sorrir: – na cratera abismal se esconde o santo graal.

Luís Magalhães

Partilhe este conteúdo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.